.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Eterno Chaves, Roberto Gómez Bolaños morre aos 85 anos


A morte de Roberto Gómez Bolaños, confirmada na tarde desta sexta-feira, deixará uma lacuna no futebol mexicano. Famoso no Brasil por interpretar Chaves e Chapolin, o ator era torcedor fanático do América e um grande admirador de Pelé.

Num dos episódios mais famosos de Chaves, o protagonista da série fala a famosa frase "teria sido melhor ver o filme do Pelé".

Na versão dublada, Chaves, o menino de rua que encantou a América Latina, também faz reverências a outros ídolos do futebol brasileiro, como Rivellino e Luis Pereira.

A relação de Bolaños com o futebol era tão forte que parou nas telonas. Em 1979, ele interpretou um roupeiro do América do México, em El Chanfle, lançado em 1979. Na película, Carlos Villagrán (que fez Kiko, em Chaves) é Valentino, o grande astro do time. Já Ramón Valdez (o Seu Madruga) faz papel do técnico da equipe, Moncho Reyes.

Twitter br> Bastou ser divulgada a morte de Chaves para o mundo do futebol brasileiro se pronunciar. O meia Alex do Coritiba demonstrou muita tristeza no Twitter.
- Estou pensando na recepção que o Roberto Gomes Bolaños está tendo lá do outro lado. Deixou várias vezes minhas tardes melhores.

Lance Press

Homem pego vendo filme de mulher transando com cobra e cavalo diz que “estava deprimido”


Um vendedor de carros, pego baixando um filme pornô com uma mulher fazendo sexo com uma cobra, um cavalo e um cachorro, disse que fez isso porque estava “deprimido” e tem disfunção erétil.
Keith Dorrington foi encontrado com vídeos de bestialidade depois que a concessionária Ford em Dagenham, Essex, Inglaterra, onde ele trabalhou, informou que “havia um tráfego incomum de internet”.
O homem de 55 anos foi poupado da prisão depois de dizer que tinha disfunção erétil e baixou os vídeos para lidar com problemas conjugais e depressão. “Eu usei um notebook do trabalho. Eu não assisti todo o material que eu baixei, mas eu admito que fiz o download”, disse no tribunal. “Eu estava sofrendo de depressão e aumento da próstata, eu não sabia que o material era ilegal, mas eu aceito que foi errado baixá-lo.”
Dorrington admitiu ser culpado de quatro acusações de posse de filmes indecentes de pessoas com animais, além de confirmar que estava tendo um caso e passava por um aconselhamento com sua esposa. Ele foi condenado a cinco meses de prisão, mas a sentença ficará suspensa por dois anos e só será cumprida caso o réu cometa outro delito durante este período. A juíza Louise Kamill entendeu que as imagens continham um ato que poderia resultar em “prejuízo grave aos órgãos genitais de uma pessoa”.

Por Metro

Maratonista se perde no Saara e é obrigado a beber sua própria urina e sangue de morcego para sobreviver


Um corredor de maratona enfrentou a morte e foi obrigado a beber a própria urina e sangue de morcego para sobreviver depois de se perder em uma corrida no deserto mais famoso do mundo, o Saara.
Mauro Prosperi tinha 39 anos quando fez a inscrição para a Maratona de Areia, em 1994. Em seis dias, o competidor tem que caminhar por quase 250 km no meio do deserto. O trajeto é considerado como o mais difícil do mundo.
Prosperi foi um dos 80 corredores e se perdeu no meio do caminho, depois de ficar temporariamente cego ao ser atingido por uma tempestade de areia no Marrocos.
Armado apenas de uma bússola, um mapa e uma garrafa de água, o penta-atleta embarcou em uma angustiante jornada de dez dias, em busca de abrigo e segurança.
Com três filhos, mulher e familiares na Itália, Prosperi era obrigado a enfrentar a morte em todos os momentos da sua “viagem”.
“As coisas começaram a dar errado no quarto dia. Quando saímos naquela manhã, já havia um pouco de vento. Eu já tinha passado por quatro postos de controle quando entrei em uma área de dunas”, conta.
— De repente, começou uma tempestade de areia muito violenta. O vento era muito forte e eu estava cego. Também não conseguia respirar. A areia chicoteava meu rosto, parecia uma tempestade de agulhas e eu tive que me manter em movimento para que não fosse enterrado.
A tempestade durou oito horas e Prosperi teve que ficar agachado em um lugar protegido, enquanto esperava as dunas se acalmarem.
“Eu tinha uma bússola e um mapa, então, pensava que poderia caminhar naturalmente. Porém, sem os pontos de referência, fica muito mais difícil. Eu caminhei por quatro horas, subi em uma duna e quando olhei, não conseguia ver absolutamente nada”, recorda.
— Quando percebi que estava perdido, a primeira coisa que fiz foi urinar em minha garrafa de água para repor o líquido. Quanto mais água você bebe, a urina fica mais clara e mais potável.
Os competidores recebiam água potável nos postos de controle, mas quando Prosperi foi atingido pela tempestade de areia, tinha apenas metade de uma garrafa. “Eu bebi tão devagar quanto podia”, diz.
Depois de dois dias, Prosperi encontrou um santuário muçulmano onde peregrinos descansam quando cruzam o deserto. No local, descansou e comeu rações, que tinha cozinhado com urina fresca. Também comeu alguns morcegos.
“Eu cortei a cabeça deles e tirei toda a parte de dentro. Em seguida, chupei o sangue. Comi pelo menos uns 20. Tinha certeza de que ia morrer e que seria agoniante. Preferi acelerar a morte”, conta.
Enquanto ficou no santuário, ele escreveu uma carta para a família e depois cortou os pulsos, em uma tentativa de tirar a própria vida. Ele dormiu enquanto esperava o sangue escorrer pelos cortes, mas por que seu sangue engrossou, ele não conseguiu fazer o que queria. “Eu não tinha conseguido me matar. A morte ainda não me queria”, brinca.
Depois de descansar por 12 horas, ele decidiu ir embora e continuou caminhando. No trajeto, comeu cobras, lagartos e continuou bebendo sangue de morcegos.
A partir de então, os organizadores da maratona começaram a procurar por Prosperi. Seu irmão e cunhado saíram da Itália e foram até o Marrocos para auxiliar nas buscas.
Depois de nove dias no deserto, Prosperi foi encontrado por uma jovem menina que pastoreava ovelhas em um acampamento.
“As mulheres do acampamento cuidaram de mim. Eles eram muito bons e enviaram um porta-voz para chamar a polícia. Eles viviam perto de uma base policial para ter maior segurança”, relembra.
Os policiais levaram Prosperi com os olhos vendados para a delegacia, porque não sabiam quem ele era e pensavam que poderia ser perigoso. “Eles tinham armas. Eu pensava que eles podiam me matar a qualquer momento”.
“Quando eles descobriram que eu era o corredor perdido da maratona, tiraram minha venda e fizeram uma festa”, conta.
O maratonista tinha cruzado a fronteira com a Argélia e estava 291 km de distância do trajeto oficial.
O homem foi levado às pressas ao hospital de Tindouf, onde foi diagnosticado com pouco líquido no corpo e danos no fígado. Ele não podia comer nada além de sopa ou líquidos durante meses e levou quase dois anos para se recuperar ao ser transferido para a Itália.
Porém, surpreendentemente, Prosperi voltou à maratona em apenas quatro anos. Ele já competiu em oito corridas de desertos desde então.
Em 2015, Prosperi planeja percorrer de costa à costa do Saara, no Marrocos, até o Egito.                             
Do R7

Troca de ameaças entre criminosos e policiais pelo WhatsApp dissemina medo em São Paulo



Usuários do WhatsApp têm recebido nos últimos dias mensagens contendo áudios de supostos policiais e criminosos sobre ameaças de ataques da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). Os áudios trazem mensagens sobre atos de violência que seriam realizados em diversas regiões da cidade, como incêndio a ônibus e assassinato de civis que descumprirem a ordem de toques de recolher.
Em uma das últimas mensagens a que oR7 teve acesso, um suposto policial militar alertava sobre a tentativa dos criminosos de disseminar terror entre a população por meio da divulgação de áudios em grupos do aplicativo de mensagens instantâneas.
"Estes caras estão fazendo tipo um terrorismo. Eles estão gravando esses negócios por região, zona leste, zona norte e jogando nos grupos (WhatsApp), inclusive dos "paisana" [policiais à paisana]. Então, nós estamos fazendo a mesma coisa, viu? Nós juntamos uma pá de polícia aqui, na zona leste, e está todo mundo esperando. E se vier por fogo nos bagulhos mesmo, vai todo mundo tomar tiro. Os polícia (sic!) vão se unir e se vier, vai tomar tiro".
Junto com as mensagens são enviadas imagens e vídeos que aparentam ser falsos ou registros de casos que aconteceram no passado. Com uma busca na internet é possível encontrar diversas imagens e comprovar a farsa. Entretanto, o material tem deixado a população em alerta.
É o caso de um taxista que não quis se identificar. Na tarde desta quinta-feira (27), quando recebeu um áudio falando sobre ataques na zona leste preferiu evitar a região.
— Preferi parar de trabalhar mais cedo, assim como quando recebi as mensagens falando de ataques na zona norte eu evitei ir para lá. O problema é que o que estão falando realmente está acontecendo.
O taxista se refere aos últimos áudios que recebeu com ameaças de ataques que se concretizaram.
Na última terça-feira (25) houve toque de recolher na zona norte e um ônibus foi incendiado na avenida Zachi Narchi, mas ninguém ficou ferido. Nesta sexta-feira (28) não foi diferente. Criminosos apedrejaram e tentaram atear fogo em um coletivo na avenida Jacu Pêssego, entre  São Miguel e Itaquera, na zona leste.
Assista ao vídeo:


Por R7

Black Friday causa brigas e confusões na Inglaterra


A famosa "Black Friday" causou tumultos e muitas brigas no Reino Unido hoje (28). Após aguardar a noite toda em filas, os consumidores entraram nas lojas e logo o caos se instaurou.

Diversos comércios de Londres e no resto do país precisaram da intervenção de policiais para controlar os clientes mais exaltados e alguns deles chegaram a ser detidos.

Quatro grandes redes de supermercados de Londres tiveram que pedir que as forças de segurança agissem no interior das lojas porque algumas pessoas estavam disputando, literalmente, no tapa os produtos promocionais.
                                               
Fonte: Terra

Vídeo: homem cai de ônibus enquanto conversa com outros passageiros

Um vídeo feito por câmara de celular flagrou um acidente inusitado envolvendo um passageiro que viaja em um ônibus coletivo. De acordo com as imagens, o homem aparentemente embriagado viaja em pé no transporte enquanto conversa com outros passageiros. Ao se descuidar o veículo freia e abre a porta de entrada, próxima de onde ele está. Ele cai e reclama do lado de fora. O motorista arrasta o ônibus e as pessoas riem.

O vídeo foi enviado ao WhatsApp do BocãoNews (71) 8151-6184. Não há informações sobre o estado de saúde da vítima e o local onde teria acontecido o acidente. 

Assista:



Neymar é a celebridade mais poderosa, segundo a 'Forbes Brasil'

Neymar está no topo da lista da "Forbes Brasil" de celebridades mais poderosas. O jogador de futebol é capa da edição de novembro da versão brasileira da revista e seu nome vem seguido pelo também jogador David Luiz e o escritor Paulo Coelho. Entre os critérios para o ranking estão o número de aparições na mídia e o grau de prestígio e influência de cada um. Esta é a segunda vez que a "Forbes Brasil" elege os 100 famosos brasileiros que mais se destacaram.
 
Seguindo o padrão da "Forbes" americana desde 1990, o ranking ainda considerou longevidade da carreira, rendimentos, popularidade, assédio publicitário, prestígio internacional e número de seguidores e fãs nas redes sociais.
 
Entre personalidades da música, da telinha, dos palcos, da culinária, do esporte, das artes, da moda e até do grafite, o astro que aparece em primeiro lugar e fica entre os atletas mais bem pagos do mundo (com €$ 8,8 milhões de euros anuais) é o jogador Neymar. O jovem, de apenas 22 anos, foi a celebridade mais citada na mídia brasileira ao longo deste ano, com quase 120 mil menções, além dos inúmeros fãs nas redes sociais: 48,5 milhões no Facebook, 15 milhões no Twitter e 12 milhões de seguidores no Instagram.
 
O jogador David Luiz, que arrecadou mais de R$ 4 milhões de reais em cachês de propaganda durante o Mundial e o escritor internacional Paulo Coelho, autor de best-sellers, ocupam na lista a segunda e terceira posição, respectivamente. Entre os escolhidos no ranking estão ainda a top Gisele Bundchen, o rei Pelé, a atriz Bruna Marquezine, a apresentadora Fernanda Lima e a cantora Ivete Sangalo.
 
Em junho deste ano, Beyoncé ficou com o titulo de celebridade mais poderosa segundo a versão americana da "Forbes". Os 20 primeiros colocados na "Forbes Brasil" são:
 
1. Neymar
2. David Luiz
3. Paulo Coelho
4. Ivete Sangalo
5. Gisele Bundchen
6. Daniel Alves
7. Pelé
8. Roberto Carlos
9. Caetano Veloso
10. Luciano Hulk
11. Kaká
12. Luis Felipe Scolari
13. Cláudia Leite
14. O fenômeno Ronaldo
15. Gilberto Gil
16. Felipe Massa
17. Chico Buarque
18. Romário
19. Muricy Ramalho
20. Angélica